Ingressantes

O número total de ingressantes (que iniciam o 1º ano) em cursos presenciais na Bahia sofreu uma queda de 7,8% no período de 2014 a 2015 (109 mil para 101 mil).

Na rede privada o decréscimo chegou a 11% (84,6 mil alunos em 2014 para 75,4 mil em 2015).

Já na rede pública, ao contrário, houve um crescimento de 2,5% (24,7 mil em 2014 para 25,3 mil em 2015).

Nos cursos a distância (EAD) o número total de ingressantes cresceu 2,1% no período de 2014 a 2015 (de 39,4 mil para 40,3 mil).

Na rede privada houve uma queda de 3,6% (38,7 mil ingressantes para 37,3 mil).

Na rede pública o número passou de 702 em 2014 para 2,9 mil em 2015.

Ingressantes – Cursos Presenciais – Estado da BA

Fonte: Sindata /Semesp | Base: Censo INEP
Ingressantes - Cursos Presenciais - Estado da BA
Ingressantes – Cursos Presenciais – Estado da BA

Ingressantes – Cursos EAD – Estado de BA

Fonte: Sindata /Semesp | Base: Censo INEP

Mensalidade

No primeiro semestre de 2017, na Bahia, a média geral do valor das mensalidades ficou em 866 reais. Os cursos de Engenharia Civil e Direito apresentaram mensalidade média em torno de 1 mil reais. O curso, entre os mais procurados, que teve a menor média de mensalidade foi o de Pedagogia (538 reais).

Dados referentes ao 1º semestre de 2017

Fonte: Sindata/Semesp
Curso Mensalidade Média (em Reais)
Administração 676,67
Ciências contábeis 615,25
Direito 1.084,12
Enfermagem 982,85
Engenharia civil 1.047,60
Fisioterapia 955,79
Nutrição 918,01
Pedagogia 538,32
Psicologia 977,03
Serviço social 653,04
Todos os Cursos 866,10